Este jogo funciona melhor em um lugar com muitos locais para se esconder (um prédio grande ou um parque).

Pegue duas crianças (ou mais dependendo do tamanho do grupo) que serão os “aliens”. Todas outras serão humanos. Estes aliens terão duas armas (qualquer coisa que seja – uma lanterna, uma raquete de pingue-pongue, um pino de boliche – no mesmo número que os aliens) que serão mostrados aos “humanos” e então escondidos em algum lugar do campo/prédio. Combine previamente que estará em um local semi-visível e não será necessário abrir nada (portas, armários, etc.) para achar a arma.

Enquanto os “aliens” escondem as armas, dois dos “humanos” serão escolhidos como “médicos”. Os aliens não devem saber quem são os médicos. Quando os aliens voltarem para a sala inicial, os humanos saem para procurar as armas. Depois de um minuto é a vez dos aliens saírem atrás dos humanos.

Os aliens tentará tocar nos humanos, o humano que for tocado “morre” e senta no chão de pernas cruzadas. Apenas médicos podem curar humanos mortos, tocando-os. Se os médicos também forem “mortos”, ninguém mais poderá ser curado. Se um humano encontrar uma arma ele pode tocar o alien com ela, e o alien morrerá. Entretanto, a arma só pode ser usada uma vez e fica com o alien depois que ele morrer. O alien nunca volta à vida. O jogo acaba quando uma das seguintes coisas acontece:

1) Todos humanos morrem.

2) Todos aliens morrem.

As crianças adoram esta brincadeira.

Anúncios